Geografia dos sonhos

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm cada

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm cada

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm cada

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 54x81cm

Beth Barone, Geografia dos sonhos, 2017, fotografia, 80x120cm

Description

Seria possível vislumbrar o mundo em que se vive enquanto se dorme? As águas paradas de um lago, florestas escuras, ambientes inóspitos de difícil acesso, são algumas das diversas metáforas utilizadas pelos teóricos da psicanálise para falar sobre o inconsciente. Segundo eles, é nesse espaço mental que as memórias são guardadas: algumas mais fáceis de acessar e outras, mais traumáticas, seguem recalcadas no mais profundo e obscuro da psiquê.

Neste ensaio procuro criar poeticamente esse ambiente. Nele, uma personagem surge em situações imaginárias nas quais o sono profundo já se deu, permitindo-nos supostamente vislumbrar esse mundo em que vivemos enquanto dormimos.

Este projeto foi motivado pela experiência de ter convivido durante três anos com minha tia acamada cuja vida se resumia a muitos momentos de sono e poucos momentos de vigília. Neste período uma pergunta insistia em reaparecer: “em que mundo ela está vivendo?”. Após o seu falecimento me apropriei de alguns objetos dela como suas camisolas, lustres e um quadro de sua mãe, para desenvolver o trabalho.

O ensaio é composto por 14 imagens, sendo 3 dípticos e 8 fotos avulsas e 1 vídeo em loop com duração de 25 segundos.

Exposições

2017 – Anatomia do Ensaio Fotográfico | Ensaios Artístico-Fotográficos / SESC Campinas / Campinas / São Paulo

Publicações

2017 – 13º Paraty em Foco / Festival Internacional de Fotografia / Portfólio em Foco
https://medium.com/convocatoria-portfolio-em-foco-2017/geografia-dos-sonhos-77869b4b5609

Textos adicionais

“Geography of dreams”
Is it possible to glimpse the world in which we live while we sleep? The still waters of a lake, dark forests, inhospitable environments difficult to access, are some of the various metaphors used by psychoanalysis theorists to talk about the unconscious. According to them, it is in this mental space that memories are stored: some are easier to access and others, more traumatic, are repressed in the deepest and most obscure of the psyche. In this essay I try to create this environment poetically. In it, a character appears in imaginary situations in which deep sleep has already occurred, allowing us to supposedly glimpse the world in which we live while sleeping. In this essay I try to create this environment poetically. In it, a character arises in imaginary situations in which deep sleep has already occurred, allowing us to supposedly glimpse the world in which we live while sleeping. This project was motivated by the experience of having lived together for three years with my bedridden aunt whose life was limited to many moments of sleep and few moments of vigil. In this period a question insisted on reappearing: “which world is she living?”. After her death, I appropriated some of her objects such as her nightdresses, chandeliers, and a picture of her mother to develop the work.

Beth Barone © 2017